COPA 2018 - O Sonho Acabou !

Brasil tem reação tardia, perde para Bélgica e dá adeus à Copa da Rússia

Gols de Kompany e De Bruyne colocaram Bélgica em sua segunda semifinal

Kompany comemora gol contra de Fernandinho, que abriu caminho para vitória belga ( Divulgação)

Brasil tem reação tardia, perde para Bélgica e dá adeus à Copa da Rússia

Mes de Vacinação - Prefeitura de Anápolis

O Brasil está fora da Copa do Mundo da Rússia depois de perder por 2 a 1 para a Seleção Belga, nesta sexta- feira, em Kazan, pelas quartas de final. Foi a única derrota na competição do time brasileiro, que ainda venceu três jogos e empatou um. Na semifinal, terça-feira, às 15h (de Brasília), em São Petersburgo, a ‘geração belga’vai enfrentar a França, que eliminou o Uruguai.

Fernandinho, contra, de cabeça, aos 13, e De Bruyne, em chute de fora da área, aos 31, construíram o triunfo belga no primeiro tempo. O Brasil reagiu aos 30 da etapa final, com gol de Renato Augusto, depois de cruzamento perfeito de Philippe Coutinho.

A Bélgica chega à sua segunda semifinal de Copa na história. Em 1986, perdeu por 2 a 0 para a Argentina.

A Seleção Brasileira não se encontrou no primeiro tempo, o que custou muito caro. No segundo tempo, com dois gols de desvantagem, os comandados de Tite reagiram, conseguiram o primeiro gol e perderam chances reais de empatar.

Única seleção com 100% de aproveitamento no Mundial, a Bélgica mostrou eficiência e conseguiu suportar a pressão até o apito final.

Aos brasileiros, resta voltar para casa e repensar o que deu errado na Rússia. Ficou provado que alguns reservas não estavam no mesmo nível dos titulares, como Fernandinho, um dos piores em campo e que teve a missão de substituir o excelente Casemiro.

Muito criticado na Copa, Neymar terá que reavaliar o seu comportamento. Nervoso nos dois primeiros jogos, tendo brigado até com os próprios companheiros, ele colocou a cabeça no lugar no decorrer da competição.

Porém, diante dos belgas, não repetiu as boas atuações e esteve bem abaixo do que se espera dele.

Resta saber se Tite seguirá como treinador. Ele já teria recebido proposta do presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo, para renovar contrato ate 2022, mas certamente haverá novas conversas agora que o trabalho não atingiu o objetivo esperado.

Ele foi muito bem nas Eliminatórias, mas a equipe não repetiu o mesmo desempenho no Mundial.

Essa foi a primeira derrota do técnico Tite à frente da Seleção Brasileira por torneios oficiais.

O único revés havia sido num amistoso contra a Argentina, por 1 a 0, na China, em 2017. O retrospecto agora é de 26 jogos, com 20 vitórias, 4 empates e 2 derrotas: 54 gols pró e 8 contra.

O JOGO

Uma coisa que ninguém pode reclamar é do comportamento da torcida brasileira, que apoiou o tempo todo em Kazan. Ainda mais que, com 7min, quase saiu o gol, com Thiago Silva, completando de coxa escanteio cobrado da esquerda, que Miranda havia raspado.

Com o público inflamado, foi a vez de Paulinho desperdiçar aos 9min. Ele recebeu livre na área, mas chutou mal, facilitando a defesa de Courtois.

Mas, três minutos depois, os gritos viraram incredulidade quando Fernandinho tentou cortar escanteio e acabou marcando contra: 1 a 0.

A partir do gol sofrido, o Brasil se mostrou muito frágil na marcação, principalmente pelo lado esquerdo. A cada ataque belga, a sensação era de que o time estava desorganizado, perdido.

Ainda assim, o Brasil teve oportunidades. Aos 18min, Philippe Coutinho arriscou da entrada da área para defesa segura de Courtois. Aos 25min, foi a vez Marcelo tentar e o camisa 1 desviar.

As melhores chances do Brasil foram pela esquerda, onde joga Neymar, mas, inexplicavelmente, a equipe parou de atacar por lá. Em contra-ataque, a Bélgica fez o segundo aos 31, com De Bruyne, que recebeu de Lukaku e acertou um balaço da entrada da área, sem chances para Alisson: 2 a 0.

A partir de então, brilhou ainda mais a estrela do goleiro belga. Primeiro, ele espalmou cruzamento de Marcelo que desviou na zaga. Depois, pegou bom chute de Philippe Coutinho.

Aos 40min, Alisson trabalhou bem também, em cobrança de falta de De Bruyne. Na sequência, pegou cabeçada de Kompany.

O Brasil voltou para o segundo tempo com Roberto Firmino no lugar de Willian. Aos 5min, Marcelo cruzou da esquerda, mas o camisa 20 não conseguiu completar para o gol.

Aos 12min, Tite tentou mais uma cartada trocando Gabriel Jesus por Douglas Costa. Aos 16min, novo contra- ataque belga, Hazard bateu rente ao poste. Na sequência, Douglas Costa bateu de dentro da área, Courtois defendeu parcialmente, mas Paulinho não aproveitou.

Como o Brasil não conseguiu reagir, a apreensão tomou conta da torcida nas arquibancadas. Uma das poucas chances criadas foi aos 29min, com Douglas Costa. No rebote, Neymar chutou em cima de Coutois.

No minuto seguinte, finalmente o Brasil conseguiu marcar.

Philippe Coutinho fez passe por elevação para Renato Augusto, que, entre os zagueiros, conseguiu cabecear e vencer o gigante belga: 2 a 1.

O gol trouxe a torcida de volta ao jogo. E a Seleção Brasileira também, pois dois minutos depois Roberto Firmino recebeu de Neymar, girou sobre o marcador e bateu próximo ao ângulo superior direito do gol adversário.

Aos 35min, Renato Augusto teve a chance do empate. Ele recebeu de Philippe Coutinho e escolheu o canto, mas mandou para fora, com muito perigo.

Aos 38min, Neymar fez boa jogada pela esquerda e rolou para Philippe Coutinho.

O camisa 11, porém, chutou muito mal. Aos 48min, Neymar chutou muito bem. Mas Courtois fez defesa salvadora no ângulo esquerdo.

Belgas comemoram após vencer o Brasil nas quartas e avançar à semifinal da Copa do Mundo

BRASIL 1 X 2 BÉLGICA

Brasil
Alisson; Fágner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho; Paulinho (Renato Augusto 28 do 2º tempo),
Willian (Roberto Firmino, intervalo), Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus (Douglas Costa 12 do 2º
tempo). Técnico: Tite

Bélgica
Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Meunier, Witsel, Fellaini, De Bruyne e Chadli (Vermaelen 36 do
2º tempo); Hazard e Lukaku (Tielemans 41 do 2º tempo). Técnico: Roberto Martinez

Gols: Fernandinho (contra) 12 e De Bruyne 30 do 1º tempo; Renato Augusto 30 do 2º tempo

Árbitro: Milorad Mazic (SRB)

Assistentes: Milovan Ritic e Dalibor Djurdjevic (SRB)

Cartões amarelos: Alderweireld, Meunier, Fernandinho, Fágner,

Público: 42.873

Local: Arena Kazan, Rússia

Link original da matéria:
https://www.df.superesportes.com.br/app/noticias/copa-do-mundo/2018/noticias/19,1111,1,2166/2018/07/06/copa-
do-mundo,485747/brasil-tem-reacao-tardia-perde-para-belgica-e-da-adeus-a-copa-da-russ.shtml

Foto mostra o lance do gol contra de Fernandinho, aos 13 minutos do primeiro tempo ( Divulgação)
Fernandinho errou ao tentar tirar a bola em escanteio e colocou contra as próprias redes( Divulgação)
Meio-campista De Bruyne ampliou para a Bélgica no primeiro tempo, em chute de fora da área ( Divulgação)
Meio-campista De Bruyne ampliou para a Bélgica no primeiro tempo, em chute de fora da área ( Divulgação)
Brasileiros saem de campo decepcionados após derrota para a Bélgica e eliminação na Copa do Mundo ( Divulgação)
Belgas comemoram após vencer o Brasil nas quartas e avançar à semifinal da Copa do Mundo ( Divulgação)
  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Leave a Comment

    Protected by WP Anti Spam