Teatro São Francisco, em Anápolis

Fohat Cia. de Dança apresenta espetáculo 'Mazombo' em Anápolis

Combinação de diferentes estilos de dança e trilha sonora são alguns dos atributos da apresentação, que acontece no próximo dia 26

No dia 26 de maio, a Fohat Cia. de Dança, antiga Dançarte, sobe ao palco do Teatro São Francisco, em Anápolis, com a apresentação de dança contemporânea “Mazombo”. ( Divulgação)

Fohat Cia. de Dança apresenta espetáculo ‘Mazombo’ em Anápolis

Mes de Vacinação - Prefeitura de Anápolis

No dia 26 de maio, a Fohat Cia. de Dança, antiga Dançarte, sobe ao palco do Teatro São Francisco, em Anápolis, com a apresentação de dança contemporânea “Mazombo”.

O espetáculo, que está marcado para às 20 horas, estreou em Goiânia, em novembro de 2017, e integra a turnê nacional, que já tem mais de 10 exibições confirmadas em diversas cidades do país até 2019.

A trilha sonora do Projeto Mazombo, iniciativa empreendida por músicos e artistas goianos, foi a grande inspiração para o espetáculo. Em pouco mais de uma hora, 12 bailarinos se revezam no palco em narrativas corporais que completam os significados contidos na música e na poesia, que dizem respeito ao processo de construção da identidade cultural caipira metropolitana.

Categoria étnico-social do Brasil-colônia, Mazombo é um termo de origem afro-brasileira empregado em referência aos filhos de europeus e seus descendentes (mestiços ou não) nascidos na colônia, que não se encaixavam nas categorias étnico-sociais existentes.

“Buscamos as características do povo brasileiro, principalmente a originalidade, para levar ao palco diversas linguagens, caras, personalidades e estilos. É uma apresentação bem colorida, alegre e diversificada”, explica Ariadna Vaz.

A diretora e coreógrafa da Fohat revela que o processo de construção do “Mazombo” se deu de forma diferente, tendo em vista a diversificação dos bailarinos.

“Temos um grupo bem eclético e diferente tecnicamente. São bailarinos extremamente técnicos na dança clássica, no jazz, na dança contemporânea e nas danças urbanas. Pudemos explorar a trilha sonora e nossa criatividade, dentro dos diversos estilos da dança, e montar coreografias bem originais”, conta.

Depois de Anápolis, o grupo segue com a coreografia para Goiânia, Fortaleza, Belém, Natal e Campo Grande, ainda neste ano, e para Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte, em 2019.

A Fohat Cia. de Dança também participará da sexta edição do Festival Internacional de Dança de Goiás, que acontecerá entre 4 e 8 de julho, no Teatro Sesi.

Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente pelo site megabilheteria.com, pelo preço de R$ 50 (inteira), acrescido de taxa administrativa.

Professores, estudantes, pessoas acima de 60 anos e portadores do Cartão de Vantagem da ACIA (Associação Comercial e Industrial de Anápolis) têm direito à meia-entrada. A classificação indicativa é livre.

A Fohat
A Fohat é uma atualização da Dançarte Cia. de Dança, grupo criado em 1986 para absorver os bailarinos de nível profissional que frequentavam o Studio Dançarte, centro de dança dirigido pelas irmãs Ariadna e Gisela, juntamente com sua mãe Eleusa Vaz.

A mudança surgiu da necessidade de desvincular a companhia da escola e profissionalizá-la, logo após “Amores”, espetáculo com trilha sonora inédita de Oswaldo Montenegro que, em virtude do sucesso de sua turnê nacional, passou a ser considerada a culminância técnica e profissional da Dançarte.

Na concepção esotérica, Fohat é a energia primordial do Sol, que transmite à Terra calor, força, movimento e magnetismo.

Ficha técnica:

. Direção, coreografia e projeto luminotécnico: Ariadna Vaz;
. Produção executiva e sonoplastia: Hugo Vaz;
. Cenografia: Yuri Vaz e Roberto Castro;
. Figurino: Marlan Cotrim;
. Ilustrações e animação: Roberto Castro;
. Projeto gráfico: Ricardo Batista;
. Assistente coreográfico: Daniel Matias;
. Colaboração coreográfica: Daniel Matias, Ismarley Pereira e Killder Alves;
. Iluminação: Sérgio Galvão;
. Direção de palco: Marco Reston.

“mazombo”: categoria étnico-social do Brasil-colônia; termo de origem afro-brasileira
empregado em referência aos filhos de europeus e seus descendentes (mestiços ou não)
nascidos na colônia.
“fohat”: na concepção esotérica, é a energia primordial do Sol, que transmite à Terra
calor, força, movimento e magnetismo.
——————————————————————————————————————-
mazombos:
? Aline Sellani
? Bruna Lemes
? Daniel Matias
? Danilo Santana
? Duam Lenô
? Felipe Sousa
? Ismarley Pereira
? Killder Alves
? Marcus Nascimento
? Mel Viana
? Tharyc Matheus
? Wanessa Paula de Souza
* * * * * * *
Música: Projeto MAZOMBO
Produzido em Goiânia por André Pettersen, Fernando Santos (Pandarus Música
Brasileira) e Hugo Vaz;

Composto, arranjado e executado por:
? André Amin
? André Pettersen
? Danilo Rosolem
? Hugo Vaz
? Lucas Adorno
? Pedro Bernardi
? Rodrigo Sobreira
? Rogério Sobreira
? Thiago Verano
Com participação de:
? Fellipe Roso
? Fernando Santos
? George Alencastro
? Reinaldo “Punk” Soares
? Roberval Borges
? Vítor Vaz

A pesquisa musical envolvendo as possibilidades acústicas dos objetos é desenvolvida por D. Rosolem e T. Verano no âmbito do Grupo Vida Seca.
Concepção e direção de arte: Hugo Vaz.

SERVIÇO
Espetáculo Mazombo
Data: 26 de maio de 2018 (sábado)
Horário: 20:00
Local: Teatro São Francisco – Av. Pinheiro Chagas, 500, Jundiaí, Anapólis/GO
Ingressos antecipados: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)
Ponto de venda: https://megabilheteria.com/evento?id=20180424102023
Mais informações: (62) 3251-9190 / 3215-5529
Link oficial :     http://www.fohat.org.br/espetaculo-mazombo.php
Classificação indicativa: Livre

No dia 26 de maio, a Fohat Cia. de Dança, antiga Dançarte, sobe ao palco do Teatro São Francisco, em Anápolis, com a apresentação de dança contemporânea “Mazombo”. ( Divulgação)
  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Leave a Comment

    Protected by WP Anti Spam