Outubro Rosa anapolino

Prevenção ao câncer de mama é tema de palestra no Centro de Referência da Mulher

Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Emprego e Renda contribui com ações de conscientização e prevenção

(Foto: Prefeitura de Anápolis)

Prevenção ao câncer de mama é tema de palestra no Centro de Referência da Mulher

Mes de Vacinação - Prefeitura de Anápolis

Depois do câncer de pele não melanoma, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, e no país responde por cerca de 28,1% dos casos registrados. Por isso são importantes campanhas como o Outubro Rosa, quando são intensificadas as ações de prevenção e conscientização sobre a doença. A Prefeitura de Anápolis faz sua parte em diversas frentes e, nesta terça-feira, 17, foi a vez da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho, Emprego e Renda contribuir para a campanha. Durante a tarde, o médico mastologista João Bosco Machado, falou sobre o tema em atividade realizada no Centro de Referência da Mulher.

As causas do câncer de mama são variadas, mas uma das mais importantes é a idade. Cinco em cada quatro casos ocorrem após os 50 anos, e este é o dado que levou o Ministério da Saúde a estabelecer que as mamografias – feitas pelo Sistema Único de Saúde – sejam liberadas a partir desta idade até os 69 anos. Outros fatores de risco são a obesidade e o sobrepeso, a falta de atividade física, o tabagismo e o consumo de bebida alcoólica, alertou o mastologista.

Segundo João Bosco Machado, é importante que as mulheres observem suas mamas sempre, observando se existem alterações, por menores que sejam. Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são: caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço, e saída espontânea de líquido dos mamilos

Ele destacou que, além de estar atenta ao próprio corpo, também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas.

Além da palestra, a programação realizada no Centro de Referência da Mulher incluiu atividades como cuidados estéticos e beleza, e orientação sobre imagem pessoal. O secretário de Desenvolvimento Social, Rodolfo Valentini, destacou o trabalho realizado pelo Centro de Referência da Mulher, que oferece assistência social, jurídica e psicológica a mulheres em situação de vulnerabilidade e vítimas de violência. “A Prefeitura de Anápolis está de portas abertas para dar a vocês todo o suporte de que precisarem”, afirmou.

O Centro de Referência da Mulher funciona na Travessa Francisco Luz Bastos, nº 50, no Centro.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Leave a Comment

    Protected by WP Anti Spam