Clínica Valor da Vida

Sete anos de filantropia em Anápolis e trabalho reconhecido nacionalmente

Instituição é reconhecida pelo trabalho que desenvolve com dependentes químicos e outros transtornos

A Clínica Valor da Vida recebeu vários parceiros e colaboradores em sua sede, com o objetivo de celebrar o aniversário dos sete anos da instituição.( Contexto_)

Sete anos de filantropia em Anápolis e trabalho reconhecido nacionalmente

Mes de Vacinação - Prefeitura de Anápolis

No dia 1º de setembro, a Clínica Valor da Vida completou sete anos de fundação.

E, com bons motivos para comemorar. Afinal, a instituição, a primeira no seu segmento a trabalhar com internações compulsórias e com menores idade na região Centro-Oeste, alcançou reconhecimento nacional e tem recebido pacientes vindo de várias localidades do País.

O diretor-presidente da Clínica Valor da Vida, Wesley Muller, lembra que, inicialmente, a instituição funcionava em instalações precárias, nas proximidades da estância Park Hotel.

Hoje, conta com uma sede própria bem estruturada, com três alas separadas para idosos, adolescentes e dependentes químicos e alcoólicos.

Uma ala nova, com oito apartamentos, será inaugurada até o final deste ano. Todos os quartos são suítes, equipadas com aparelhos de TV e ventilador.

Além disso, o prédio, que está localizado à margem da rodovia que liga Anápolis ao município de Campo Limpo de Goiás, conta com cozinha; refeitório; sala de jogos, área de lazer e, até, uma academia. Sua capacidade máxima é de 120 pacientes.

Ainda, de acordo com Wesley Muller, o quadro de pessoal conta com duas enfermeiras 24 horas; 03 psicólogos, de segunda a sábado; nutricionista, farmacêutica e fisioterapeuta, além de profissionais atuando no setor de limpeza (camareira); recepção; Recursos Humanos; Departamento Financeiro; Departamento de Logística e Departamento Comercial. Segundo o diretor, poucas instituições no segmento possuem um quadro completo de colaboradores.

Pioneira no setor, a Clínica Valor da Vida foi modelo para, pelo menos, 20 instituições que trabalham dentro de sua metodologia, sendo sete delas em Anápolis.

Nos seus sete anos, a Clínica Valor da Vida já acolheu mais de três mil pacientes e, conforme ressalta Wesley Muller, com elevados índices de recuperação.

Em média, o tratamento leva três meses de duração e, um diferencial, é a humanização.

A instituição recebe pacientes de diversos perfis: usuários de drogas; alcoólatras; portadores de transtornos mentais moderados, dentre outros, com idade variando de 13 a 80 anos, somente do sexo masculino e, em geral, das classes “B” e “C”.

Os encaminhamentos acontecem de várias formas: através do serviço social da Prefeitura; do Juizado da Infância e Juventude; do Ministério Público; e, mesmo, por meio de sua própria equipe através do resgate de pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade.

“Nós priorizamos, sempre, os idosos e jovens em situações de risco”, assinala Wesley Muller, acrescentando que há, também, encaminhamentos feitos por igrejas e pelos familiares.

Embora receba pacientes de outras localidades de Goiás e de outros estados brasileiros, Wesley Muller ressalta que

“o melhor está reservado para Anápolis”,

fazendo referência às vagas filantrópicas, que são custeadas com recursos próprios da Clínica Valor da Vida, com desembolso de cerca de R$ 25 mil mensais para os pacientes que não podem pagar pelo tratamento.

Para essas vagas, não há recursos governamentais, nos âmbitos municipal, estadual ou federal. Se houvesse, acentua o diretor, o atendimento poderia ser triplicado.

A Clínica Valor da Vida recebeu vários parceiros e colaboradores em sua sede, com o objetivo de celebrar o aniversário dos sete anos da instituição.

“Estamos muito felizes e agradecidos a Deus pelo resultado do nosso trabalho de recuperar as pessoas e devolvê-las à sociedade”, sintetizou Wesley Muller.

Autor(a): Claudius Brito

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Leave a Comment

    Protected by WP Anti Spam