A idade da razão

Apoio de Baldy a Daniel Vilela pode levar a desfiliação em massa no PP

Deputado afirma que, se pensar nas bases e nos deputados do partido, o ministro permanece na base do governador José Eliton

Alexandre Baldy, Roberto Balestra, Sandes Júnior e Heuler Cruvinel: o ministro do governo de Michel Temer quer pular para o barco de Daniel Vilela, mas os deputados preferem ficar com José Eliton ( Montagem : Opção)

Apoio de Baldy a Daniel Vilela pode levar a desfiliação em massa no PP

Mes de Vacinação - Prefeitura de Anápolis

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, teria dito a aliados políticos que pode apoiar o deputado federal Daniel Vilela (MDB) na disputa pelo governo de Goiás.

Os dois se encontraram na semana passada, na presença do presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, e fizeram uma fotografia e distribuíram para a Imprensa.

Na semana passada, ao ser consultado sobre a foto, um deputado do partido disse:

“O PP tem presidente, Baldy, e o respeita. Mas o presidente também deve respeitar o PP e seus líderes e militantes.Não pode decidir sozinho, e em reuniões brasilienses, o destino do partido”.

O parlamentar, optando pelo off — e prometendo se pronunciar abertamente a partir de uma declaração formal de Baldy —, afirma que o PP pertence à base do ex-governador Marconi Perillo há 20 anos, tendo participado tanto de chapa para o governo como de todos os governos de 1999 a 2018.

“Por que devemos trocar a base de Marconi Perillo pela base de Daniel Vilela?”, pergunta.

O deputado prevê, no caso de Baldy apoiar a candidatura de Daniel Vilela para governador, uma ampla debandada.

“É possível falar até em desfiliações em massa. De que adianta ter parte da cúpula e não ter o apoio dos deputados e dos prefeitos? Nenhum prefeito do PP apoiará Daniel Vilela. Na verdade, todos os prefeitos do partido já estão fechados com a reeleição do governador José Eliton.”

O parlamentar sugere que Baldy pense para além de seu projeto pessoal.

“O presidente de um partido precisa ter compromisso com seus liderados, com seus prefeitos, vereadores e deputados. No momento em que a relação dos prefeitos com o governador José Eliton é excelente e o programa Goiás na Frente ajuda a recuperar a imagem das combalidas prefeituras, fortalecendo nossos prefeitos para a disputa em 2020, nós vamos romper com governo e apoiar o candidato a governador de fora da base aliada? Me digam: qual é a lógica? O projeto do PP está além do projeto de Baldy”, afirma o deputado.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Leave a Comment

    Protected by WP Anti Spam