Ex-UFC

Ex-UFC pode pegar prisão perpétua, após ser culpado por 29 acusações

Conhecido como "War Machine", Jonathan Koppenhaver receberá a sentença em 5 de junho por diversos casos de violência doméstica contra a ex-namorada Christy Mack

materia-war

Ex-UFC pode pegar prisão perpétua, após ser culpado por 29 acusações

Na corte do distrito de Clark County, em Las Vegas, um júri popular composto por seis mulheres e seis homens deliberaram por mais de 11 horas, por dois dias seguidos, a respeito das 34 acusações que recaem sobre Jonathan Koppenhaver, ex-lutador do UFC e do Bellator, conhecido como “War Machine”. Na última segunda-feira, o ex-atleta de MMA foi declarado culpado por 29 acusações, dentre elas, violência doméstica e cárcere privado contra sua ex-namorada Christy Mack e um homem chamado Corey Thomas. Dia 5 de junho, sai a condenação oficial, podendo chegar até à prisão perpétua, sem direito a recurso.

Em agosto de 2014, War Machine agrediu Christy Mack e Corey Thomas, que sofreu inúmeras lesões, como pulmão perfurado e vários ossos quebrados. Com Koppenhaver preso desde então, Christy celebrou o resultado do julgamento, que ainda absorveu o ex-lutador de três acusações e não obteve unanimidade na acusação de tentativa de homicídio.

– Hoje foi uma grande vitória minha e de todas as vítimas de violência doméstica. Por favor, continuem denunciando e fiquem firme! – postou Christy Mack, que, após as denúncias, se tornou uma forte ativista na luta contra a violência doméstica.

Ao longo de 10 anos de carreira como profissional de MMA, War Machine tem um cartel de 14 vitórias e cinco derrotas. A última vez que se apresentou dentro do cage foi em outubro de 2013, quando saiu derrotado por Ron Keslar, no Bellator. Na organização, foram apenas três lutas. No UFC, apenas dois confrontos, entre 2007 e 2008.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Deixe seu comentário

    Protected by WP Anti Spam