Retrospectiva Contexto Anápolis

Água e mudanças na saúde pautam os debates com a comunidade

Audiências públicas e encontros coletivos permitiram a discussão de temas de interesse comunitário durante o decorrer deste ano

Em relação à saúde, visando melhorar o atendimento à população, o Prefeito Roberto Naves anunciou um pacote de medidas bastante arrojado, que inclui, dentre outras coisas, a implantação de um novo Hospital Municipal e mais duas unidades de pronto atendimento (UPAs), sendo uma delas de perfil pediátrico.

Água e mudanças na saúde pautam os debates com a comunidade

Durante o ano de 2018, a saúde e as mudanças no saneamento estiveram na ordem do dia dos debates entre a classe política e a sociedade organizada.

A questão da água já se arrasta desde o final de 2017, quando o Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, conseguiu intermediar um empréstimo junto à Caixa Econômica Federal, de cerca de R$ 114 milhões para investimentos na ampliação do sistema no Município. Porém, seria necessário fazer um novo contrato com a concessionária pública do serviço, a SANEAGO.

Em relação à saúde, visando melhorar o atendimento à população, o Prefeito Roberto Naves anunciou um pacote de medidas bastante arrojado, que inclui, dentre outras coisas, a implantação de um novo Hospital Municipal e mais duas unidades de pronto atendimento (UPAs), sendo uma delas de perfil pediátrico.

Mercado Municipal
Anápolis recebeu, em janeiro, a visita de dois ministros de Estado: Alexandre Baldy (Cidades) e Helder Barbalho (Integração Nacional). Juntamente com o Prefeito Roberto Naves, eles anunciaram cerca de R$ 8 milhões para o Município, sendo uma boa parte do recurso destinada à revitalização e ampliação do Mercado Municipal. Aguarda-se, ainda, que o projeto saia do papel.

Ação ecológica
Quase nove mil mudas de árvores nativas foram plantadas às margens do Ribeirão Piancó, principal manancial que abastece o Município com água potável. A iniciativa faz parte do programa Pró-Água, desenvolvido pela Prefeitura e que já é considerado modelo.

Combate à gripe
Houve muita correria aos postos de saúde do Município, durante a campanha de vacinação contra a gripe H1N1. Idosos, trabalhadores da saúde e pessoas com doenças cardíacas e respiratórias graves integraram o primeiro grupo a receber a vacina. Em Goiás a imunização começou dez dias antes dos outros estados, porque foram registradas oito mortes em decorrência da doença.

Mobilidade urbana
Viaduto da Amazílio Lino foi entregue
O viaduto no cruzamento da Avenida Brasil com a Rua Amazílio Lino foi entregue pela Prefeitura de Anápolis, no dia 23 de abril, numa concorrida solenidade. Na ocasião, foram anunciadas intervenções importantes em vias próximas ao logradouro.

Greve dos caminhoneiros
A exemplo do que aconteceu em boa parte do País, a paralisação dos caminhoneiros, no final de maio e início de junho, trouxe uma mudança de rotina para os anapolinos. A população enfrentou desabastecimento nos postos de combustíveis e de gás de cozinha. Muitos produtos, também, sumiram das prateleiras nos supermercados. Mas, aos poucos, a situação foi normalizada. No caso do gás de cozinha, o produto foi encontrado ao preço de R$ 150, ou seja, o dobro do que custava antes da mobilização.

População
Ainda não chegamos à casa dos 400 mil habitantes, mas estamos quase lá. Pelos menos, é o que revela o IBGE. O Instituto divulgou a projeção da população dos 5.570 municípios brasileiros para 2018. Anápolis, com 381.970 habitantes, continua como a terceira cidade mais populosa de Goiás.

IDEB
A rede municipal de ensino comemora o resultado obtido do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Com antecedência de quatro anos, a nota alcançada foi 6,3, acima da média estipulada para o começo da próxima década, que era 6,2 pontos.

Parque da Cidade
Muito em breve, o Parque da Cidade, na Avenida Brasil Sul, deverá ter o seu paisagismo reformado, com o plantio de cerca de 3,5 mil mudas de árvores. O projeto faz parte do compromisso de compensação ambiental da VALEC, a empresa responsável pela construção da Ferrovia Norte Sul.

Fiscalização eletrônica
A Companhia Municipal de Trânsito e Transporte – CMTT anunciou que vai ampliar e modernizar o sistema de fiscalização eletrônica de tráfego – lombadas e radares. O objetivo principal da medida é a educação e conscientização dos motoristas e a redução de acidentes.

Frota
Segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito, em 12 meses, a frota de veículos de Anápolis cresceu 3,12%. De fato, foi um crescimento tímido, em relação a alguns anos anteriores. Mas, mesmo assim, isso representou um acréscimo de oito mil veículos à frota de uma cidade que não nasceu planejada. São, atualmente, 264.492 veículos, sendo a metade automóveis de passeio e, quase um terço, motocicletas e motonetas.

Unidade oncológica
A direção da Unidade Oncológica “Mauá Cavalcante Sávio” está em campanha para a construção de um hospital, o que vai garantir o seu funcionamento em conformidade com a Portaria 874/2013 do Ministério da Saúde, que estabelece a exigência de que o tratamento de câncer deve ser realizado em estabelecimentos de saúde habilitados como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia, ou, como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia.

Cartão do SUS
Ainda, na entrevista, Roberto Naves chamou atenção para outro fato, não menos grave. É que, com pouco mais de 370 mil habitantes, Anápolis soma, hoje, um cadastro com 800 mil cartões do SUS, ou seja, mais do que o dobro da população. E, conforme avaliou, nem todos são atendidos no Sistema, mas, de qualquer forma, é o Município que paga a conta quando pacientes de fora são regulados para sua sede.
Santa Casa
Anápolis recebeu neste mês de dezembro, a visita dos ministros Alexandre Baldy (Cidades) e Gilberto Occhi (Saúde). Eles anunciaram um repasse de quase R$ 150/mês para a Santa Casa e uma verba de R$ 3,5 milhões para a compra de um novo aparelho de ressonância magnética.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Deixe seu comentário

    Protected by WP Anti Spam