No SIA

GDF nega recurso da Havan para instalação de estátua na loja do SIA

O monumento da empresa fere o plano diretor de publicidade da região administrativa, que prevê monumentos de até 12 metros de altura. A estátua da loja é quase três vezes maior do que o permitido

A Administração do SIA ainda consultou o Instituto do Patrimônio Histórico e Artística Nacional (Iphan), que emitiu parecer favorável à decisão de não instalar a estátua, marca registrada da empresa. De acordo com o Iphan, a loja deve obedecer a lei. ( Havan)

GDF nega recurso da Havan para instalação de estátua na loja do SIA

A disputa para a instalação da estátua da primeira loja Havan de Brasília continua. Nesta quarta-feira (7/11), o Governo do Distrito Federal (GDF) negou recurso da empresa para a instalação da estátua de 35 metros de altura.

A peça já havia sido barrada pela Administração do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) por ser maior do que está previsto em lei.

De acordo com o Decreto n° 29.413/2018, que dispõe sobre o plano diretor de publicidade no Plano Piloto e nas regiões administrativas, esses projetos devem ter altura de 12 metros, praticamente um terço do tamanho da Estátua da Liberdade da loja.

A Administração do SIA ainda consultou o Instituto do Patrimônio Histórico e Artística Nacional (Iphan), que emitiu parecer favorável à decisão de não instalar a estátua, marca registrada da empresa. De acordo com o Iphan, a loja deve obedecer a lei.

A assessoria de imprensa da Administração do SIA comunicou que, caso a empresa queira instalar a estátua, deverá se adequar e reduzir o tamanho da estátua para 12 metros de altura.

O Correio entrou em contato com a Havan, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem. O GDF também foi procurado para comentar a decisão, porém, ainda não emitiu um parecer sobre o assunto.

Inauguração
No sábado (3/11), ocorreu a inauguração da primeira loja da Havan em Brasília.

No SIA, o dia foi movimentado e o grande fluxo de pessoas impactou o trânsito nos arredores do local. Antes mesmo do estabelecimento abrir, filas se formaram em frente à loja.

Imagens e fotos circularam nas redes sociais mostrando o aglomerado.

Link original da matéria :
http://blogs.correiobraziliense.com.br/denise/toffoli-quer-acelerar-fim-do-auxilio-moradia-e-outros-penduricalhos/?utm_source=onesignal&utm_medium=push

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Deixe seu comentário

    Protected by WP Anti Spam