Deriva

Petroleiros ficam à deriva após acidente durante teste em bote

Ninguém se feriu. Esse é o quarto acidente no complexo de exploração de petróleo em uma semana.

Teste em bote acontecia na Plataforma P-54, no Campo do Roncador (Foto: Sindipetro/NF/Divulgação)

Petroleiros ficam à deriva após acidente durante teste em bote

Cinco trabalhadores ficaram à deriva após um acidente durante um teste de navegabilidade em um bote de resgate da P-54, no Campo do Roncador, na Bacia de Campos, no Norte Fluminense, nesta segunda-feira (12). Ninguém se feriu. Esse é o quarto acidente em uma semana envolvendo a exploração de petróleo na Bacia de Campos. O primeiro aconteceu na sexta-feira (9) e deixou três mortos e um ferido.

Segundo o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro/NF), o resgate foi acionado por volta das 10h e terminou perto de 13h. A Petrobras informou que investigará o caso.

Segundo o sindicato, durante a manobra de reatracagem, por causa da posição do bote em relação ao vento e à maré, o bote foi jogado contra a plataforma. Além da água que começou a entrar na embarcação, o motor parou de funcionar, de acordo com o sindicato. Trabalhadores que estavam na plataforma chegaram a jogar uma balsa inflável, mas o resgate só aconteceu com a chegada do barco de apoio.

O caso é considerado pelo sindicato dos petroleiros como de alto risco, pois tinha “grande potencial para causar danos físicos nos tripulantes”.

Em nota, a Petrobras afirma que “reitera o seu compromisso com a segurança dos trabalhadores, a preservação do meio ambiente e de suas instalações”.

Acidentes na Bacia de Campos

Três trabalhadores morreram na explosão em uma caldeira de máquinas do navio sonda NS-32 (Norbe VIII) no Campo de Marlim, na Bacia de Campos, na sexta-feira (9). Ao todo, o acidente deixou quatro homens feridos. Três morreram no Hospital Público de Macaé (RJ) e um recebeu alta da unidade no sábado (10).

Em outro acidente no Campo de Marlim, a proteção de segurança de uma escada se desprendeu no convés da plataforma P-32 na madrugada de sexta (10), de acordo com a Petrobras.

Já no domingo (11), houve um princípio de incêndio às 22h28 na plataforma P-35. Não houve feridos em ambos os casos, ainda segundo a empresa.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Deixe seu comentário

    Protected by WP Anti Spam