Prefeitura Anápolis Trabalhando

Rede municipal de Educação convoca novos pedagogos

Neste ano, 95 profissionais que estavam no cadastro de reserva já foram chamados

Inscrições para 2ª edição do Prouni 2022 têm início
2 de agosto de 2022

A cota principal de 150 profissionais já foi chamada e, de acordo com novas demandas e necessidades da rede municipal, mais professores vêm sendo requisitados nos últimos meses.

A Prefeitura de Anápolis convocou, somente em 2022, 95 pedagogos que fazem parte do cadastro de reserva do concurso público realizado em 2019.

 

A cota principal

de 150 profissionais já foi chamada e, de acordo com novas demandas e necessidades da rede municipal, mais professores vêm sendo requisitados nos últimos meses.

Em janeiro foram chamados 50 profissionais, em abril mais 20, e em maio outros 10 pedagogos, para suprir as demandas da educação municipal. Agora, com o aumento de salas de aula, além da formação de novas turmas e algumas aposentadorias, se fez necessário um chamamento de 15 novos profissionais.

 

Os pedagogos convocados

na edição desta sexta-feira, 5, do Diário Oficial do Município irão atuar nas unidades escolares da rede municipal de Educação, e passarão por uma formação que visa o conhecimento da proposta pedagógica da educação municipal, além de um treinamento específico sobre a plataforma virtual do Programa Educa Anápolis.

Para a secretária municipal de Educação, Eerizania de Freitas, as convocações vêm sendo realizadas com responsabilidade administrativa. “Temos feito gestão de todo o quadro de professores, avaliando licenças, férias e aposentadorias. Não se pode simplesmente realizar convocações sem critérios sérios e justificáveis. É assim que trabalhamos”, comenta.

 

Prorrogação

Em junho, a Prefeitura de Anápolis prorrogou por mais dois anos a validade do concurso público para professor de Educação Básica e Ensino Fundamental do Município (Edital nº 001/2019). Com o novo prazo, o concurso passa a valer até 30 de junho de 2024. Ainda segundo a secretária da pasta, a perspectiva da construção de novas unidades de ensino nos próximos anos foi decisória para a medida.

“A Prefeitura, em seu planejamento de reestruturação da rede, tem a expectativa de mais 12 unidades de ensino, sendo sete escolas e cinco CMEIs.Por isso,  é necessário manter vigente esse concurso, porque é dele que nós faremos a convocação”, finaliza.

 

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.