Krav Maga.

Em junho, a Federação Sul Americana de Krav Maga receberá todos os profissionais

Ligados à saúde para treinarem gratuitamente em suas academias..

Após 15 anos de Globo, apresentador Ivan Moré processa emissora
14 de março de 2021

Os instrutores habilitados da Federação Sul Americana de Krav Maga estão preparados para receber médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, equipes de limpeza, enfim, todos os profissionais que de alguma maneira estejam ligados à área da saúde, para conhecerem a modalidade de defesa pessoal israelense

Trata-se de uma homenagem a esses profissionais que dedicam as suas vidas para salvar a vida de outras pessoas e que nessa pandemia têm se dedicado ainda mais à sociedade.

Em reconhecimento à dedicação e ao comprometimento de todos os profissionais ligados à saúde, que têm realizado esforços muito além do que se esperava para acolher e cuidar da população, durante a pandemia do COVID-19, a Federação Sul Americana de Krav Maga – a única representante oficial da defesa pessoal israelense no Brasil – receberá esses profissionais, em todas as suas academias no Brasil, durante o mês de junho, para que possam conhecer e treinar o Krav Maga.

“Nós, que também dedicamos as nossas vidas para salvar a vida das outras pessoas por meio da arte israelense de defesa pessoal, queremos fazer esse agradecimento aos dedicados profissionais que, muitas vezes, ficam longe de suas próprias famílias para poderem cuidar da família das outras pessoas”,

afirma o introdutor do Krav Maga na América Latina e presidente da Federação, Grão Mestre Kobi Lichtenstein.

Os instrutores habilitados da Federação Sul Americana de Krav Maga estão preparados para receber médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, equipes de limpeza, enfim, todos os profissionais que de alguma maneira estejam ligados à área da saúde, para conhecerem a modalidade de defesa pessoal israelense. Para participar, basta acessar o site www.kravmaga.com.br e localizar a academia mais próxima.

O que o Krav Maga pode fazer pelo profissional da saúde?

O Krav Maga foi criado em Israel, na década de 40, por Imi Lichtenfeld, para que qualquer pessoal, independentemente de seu porte físico, sexo ou idade, pudesse se defender de um ou mais agressores, armados ou não.

Mas os benefícios dessa arte de defesa vão muito além da segurança. Mesmo não sendo um esporte, a prática do Krav Maga melhora a condição física de quem pratica (força, agilidade, equilíbrio, coordenação motora), melhorando também a imunidade, fator importante tanto para os profissionais da saúde, que precisam resistir a longas jornadas de trabalho em ambientes comprometidos com a questão de contaminações, quanto para o cidadão comum que, por exemplo, hoje depende muito de sua imunidade para estar seguro, frente à pandemia.

A modalidade também traz benefícios psicológicos importantes.

Trabalha o controle do medo e da ansiedade, torna as pessoas mais atentas, mais disciplinadas e até mesmo mais solidárias, pois o treinamento é baseado na melhoria contínua de cada praticante e não na competição entre eles.

 “São benefícios que o cidadão comum leva para a sua vida cotidiana – estudos, trabalho, relacionamentos e que certamente o profissional da saúde poderá utilizar no seu dia a dia”, comenta Grão Mestre Kobi.

Trata-se de uma homenagem a esses profissionais que dedicam as suas vidas para salvar a vida de outras pessoas e que nessa pandemia têm se dedicado ainda mais à sociedade.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.