Você acredita em Disco Voador?

Anápolis esteve na rota da Noite Oficial dos OVNIs no Brasil, há 35 anos

O dia 19 de maio de 1986 ficou marcado na história do País como o caso mais famoso de aparições de Objetivos Voadores Não Identificados. Anápolis esteve fez parte desse contexto que, hoje, ainda é cercado de muitas dúvidas e controvérsias

Coleta itinerante de sangue movimentou região norte de Anápolis
19 de maio de 2021
Projeto prevê que estabelecimentos devem dispor banheiros para garis
24 de maio de 2021

Noite Oficial dos OVNIs no Brasil, há 35 anos  Óvnis. Montagem mostra como teria sido a perseguição ao objeto. Foto: /Divulgação

Você acredita em Disco Voador?

Há décadas que essa pergunta é feita e, ainda hoje, carece de resposta. No cinema, várias produções já apresentaram dezenas de versões sobre Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) e seres extraterrestres, como as clássicas sobre a Área 51, uma instalação da Força Aérea dos Estados Unidos que, nos filmes, seria uma espécie de abrigo de naves de outros planetas e seres alienígenas; e Contatos Imediatos do Terceiro Grau, uma ficção bem elaborada para a sua época que aborda um encontro de terráqueos com os ETs.

Filmes e ficção à parte, o fato é que se trata de um tema que, volta e meia, desperta, no mínimo, curiosidade e dúvida. Aliás, muitas dúvidas.

Afinal, há vida em outros planetas? Os OVNIs estão entre nós?

Aqui no Brasil, há relatos sobre OVNIs desde, pelo menos, o início da década de 50. Todavia, o caso mais famoso ocorreu no dia 19 de maio de 1986, há exatos 35 anos.

E Anápolis esteve na rota das aparições e relatos que ganharam forte repercussão em todo o País. Tanto é que o 19 de maio de 1986 ficou conhecido como a Noite Oficial dos OVNIs no Brasil.

Os relatos feitos pela imprensa apontam que, naquela data, teriam sido registrados 21 objetos não identificados nos céus de cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás.

O programa “Fantástico”, exibido pela Rede Globo, no dia 25 de maio de 1986, repercutiu o fato.

A reportagem (que pode ser acessada pela plataforma YouTube) começa afirmando que, pela primeira vez, altas autoridades militares admitiram publicamente terem visto objetos não identificados.

A matéria registra uma entrevista coletiva em que o então ministro da Aeronáutica, Brigadeiro Moreira Lima, informou que pilotos das bases aéreas de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, e de Anápolis, em Goiás

“chegaram a perseguir e a serem perseguidos pelos Objetos Voadores não Identificados na região de São José dos Campos, na região do Vale do Paraíba e trechos do Estado do Rio de Janeiro”,

destacou o material jornalístico, citando que foram informados 21 objetos. As operações em ar teriam sido realizadas por cerca de 3 horas na noite de segunda e madrugada de terça-feira daquela data e ano.

“Toda vez que é detectado um objeto não identificado, evidentemente, há um processo bastante eficiente de verificar se foi uma aeronave que estaria no ar com um plano de voo aprovado, etc. Mas, quando se comprova que é algo diferente, as aeronaves, então, são acionadas”, disse o ministro Moreira Lima, na entrevista exibida no “Fantástico”.

O ministro relatou, ainda, que o que ocorreu foi que os radares [da Aeronáutica] detectaram vários objetos não identificados na área de São Paulo (São José dos Campos) e Rio de Janeiro.

A reportagem apontou que os relatos das aparições de objetos voadores nos céus do País não se deram, apenas, por parte de autoridades militares. Um cinegrafista amador, Flávio Ferreira da Rocha, teria feito o registro de um OVNI no céu do Rio de Janeiro. A imagem que aparece na reportagem é precária e mostra uma luz na escuridão se deslocando. Também, foram registrados pontos luminosos em São Paulo (capital) e no interior.

A reportagem, ainda, mostrou imagens feitas pelo cinegrafista João Batista Siqueira da TV Cultura de Maringá (PR) com imagem do que seria um OVNI. Outra imagem exibida foi feita pelo cinegrafista Heraldo (Canali), em São Paulo, durante a madrugada na gravação de um comercial no alto de um prédio na Avenida São João.

Para tirar dúvidas, o cinegrafista filmou também a lua que estava em outra posição, já que havia certa semelhança.

Pelo sim, pelo não, são os relatos da época. Até o momento, não há nada que possa comprovar se o que ocorreu na noite de 19 de maio de 1986 foi, de fato, uma visita de habitantes de outros planetas em naves espaciais. As conclusões, portanto, ficam a critério de cada um. Mas, é certo que Anápolis teve uma participação neste curioso registro histórico do País.

O programa fez até um minuto a minuto sobre como o fato transcorreu. Acompanhe, conforme a transcrição feita do programa.

Minuto a minuto da Noite dos OVNIs no Brasil em 1986

Dia 19/05/1986

20h50 – Um ponto luminoso é detectado pela torre de controle do aeroporto de São José dos Campos (SP). A torre pede ao comandante Alcir, que viajava com o coronel Ozires Silva, (então) presidente da Petrobras, que fizesse uma busca visual do OVNI;

21h10 – Sinais luminosos são vistos pelo comandante Alcir (o qual informou que se parecia uma estrela luminosa e que iria perseguir essa luz, porém, a mesma desapareceu logo depois, conforme o relato do próprio comandante, em entrevista);

21h14 – O controle de radar de São Paulo recebe sinais sem identificação;

21h15 – O controle de radar de São Paulo informa ao Centro de Tráfego Aéreo em Brasília;

21h20 – Brasília confirma a presença de sinais no radar;

22h23 – O primeiro jato F-5 sai da Base Aérea de Santa Cruz;

22h45 – O radar de Anápolis detecta sinais. Um Mirage sai da Base em busca de OVNIs;

23h15 – O primeiro piloto do F-5 a entrar em ação vê bolas de luz pela primeira vez e começa a perseguir os OVNIs;

23h17 – Mais um Mirage sai da Base de Anápolis, aumentando a perseguição;

23h20 – O F-5 recebe pela primeira vez sinais do radar de bordo;

23h36 – O terceiro Mirage sai da base de Anápolis.

Assista o vídeo com a reportagem do “Fantástico” que abordou o assunto:

A Noite Oficial dos OVNIs – 30 ANOS (1986-2016) FANTÁSTICO – REDE GLOBO (22.05.2016)

A NOITE DOS OVNIS NO BRASIL EP. 348

By Claudius Brito

19 de maio de 1986 ficou marcado na história do País como o caso mais famoso de aparições de Objetivos Voadores Não Identificados. Anápolis em sua base aérea esteve fez parte desse contexto que, hoje, ainda é cercado de muitas dúvidas e controvérsias

Radares identificaram 21 UFOS no Brasil

19 de maio de 1986 ficou marcado na história do País como o caso mais famoso de aparições de Objetivos Voadores Não Identificados. Anápolis esteve fez parte desse contexto que, hoje, ainda é cercado de muitas dúvidas e controvérsias


Jornal da época trazia observação como manchete. (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)

Fotos publicadas no Jornal Valeparaibano em 1986 (Foto: Arquivo pessoal/Adenir Britto)

Documentos confidenciais divulgados pela FAB (Foto: Arquivo Nacional)

Simulações feitas na época pela imprensa brasileira

Noite dos Ovnis: caso completa 32 anos sem ter mistério desvendado

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.