CIRCULANDO NA REDE

O crime mais grave: Não foi o sítio nem o triplex

Tampouco a Petrobrás ou o BNDES

França proíbe entrada de imunizados com CORONAVAC
19 de julho de 2021
Controvérsia do voto impresso merece discussão séria
21 de julho de 2021

“POLITICAMENTE CORRETO”.  Agora, para retornamos a ser um povo unido, vai levar gerações. O prejuízo é incalculável. Esse, foi, sem sombras de dúvidas o mais grave dos crimes cometidos por Lula. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Primeiro o PT jogou as mulheres contra os homens, acusando-os de machistas e
misóginos, e os dividiu em dois grupos.

Depois foram os negros contra os brancos acusando-os de racistas e preconceituosos
e viraram quatro .

Pobres contra ricos, acusando-os de elitistas e conservadores, e a divisão foi a oito
grupos.

Homo contra héteros, acusando-os de homofóbicos e covardes, e viraram dezesseis.

Após, foram os filhos contra os pais, os empregados contra os patões, e assim
sucessivamente.

Aí ficou fácil dominar, pois ninguém se entendia com mais ninguém.

E a motivação para essa deliberada e criminosa ação se apresentava pelo nome de
“POLITICAMENTE CORRETO”.

Agora, para retornamos a ser um povo unido, vai levar gerações.

O prejuízo é incalculável.

Esse, foi, sem sombras de dúvidas o mais grave dos crimes cometidos por Lula.

By Aderbal Neves Calmeto

Link original da matéria:

https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/31366/o-crime-mais-grave-nao-foi-o-
sitio-nem-o-triplex-tampouco-a-petrobras-ou-o-bndes

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.