Carros conectados:

4 tendências que vão ganhar força em 2022

Com a chegada da 5G no Brasil, montadoras devem expandir serviços de conectividade com foco em Wi-Fi veicular e tecnologias de segurança

A invasão dos elétricos
31 de julho de 2022

No Brasil, o conceito de “carro conectado” começou a ganhar escala com a chegada do OnStar, sistema da Chevrolet, em 2015.

Com a chegada da tecnologia 5G, primeiro nas capitais – Brasília foi a primeira – e depois para todo o País.

Os brasileiros passarão a contar com altas taxas de transmissão de dados e baixa latência com a promessa de revolucionar a mobilidade ao concretizar conceitos como a Internet  das Coisas (IoT) e expandir os recursos de conectividade e automação dos veículos.

Confira algumas transformações que virão com a nova tecnologia que provocará um grande impacto
não só nos veículos, mas na maneira  como são fabricados, com a ascensão da indústria 4.0.

Ocorrerá aceleração na produção inteligente e mais eficiente a um menor custo para as montadoras. E ainda: O 5G proporcionará conexão rápida e em tempo real entre consumidores em seus veículos, as montadoras e grandes players do comércio eletrônico, com possibilidade de venda de serviços digitais, produtos e alimentos entre o trajeto e o destino do consumidor.

No Brasil, o conceito de “carro conectado” começou a ganhar escala com a chegada do OnStar, sistema da Chevrolet, em 2015. Em 2021, no entanto, os automóveis com a tecnologia tiveram um “boom” com inovações de diversas montadoras para melhorar a experiência do cliente.

A conectividade é desejada pelos clientes e se tornou um dos critérios de decisão de compra.

Na semana passada, a GM divulgou que o uso dos serviços conectados da Chevrolet cresceu 80% em um ano. A frota de carros conectados da marca bateu recorde em 2021: ao todo, 265 mil clientes utilizam as soluções disponíveis como Wi-Fi veicular, o assistente OnStar e o aplicativo myChevrolet.

Tendências que devem ganhar cada vez mais espaço:

Wi-Fi
O serviço, em geral, é pago. Com ele, o passageiro pode conectar o celular para acessar streamings, assistentes virtuais  (como do Google ou Alexa), além de controlar o ar condicionado, travar e destravar portas, entre
outros.

Diagnóstico
Uma das mais fortes tendências relacionadas à conectividade está ligada ao diagnóstico do veículo, como o suporte
remoto, recalls de softwares e apps que reúnem informações sobre condições dos pneus, troca de óleo e quilometragem.

Tecnologia
Os carros elétricos e automatizados, realidade em muitos  lugares do mundo, devem ganhar ainda mais espaço com
o 5G.

Isso porque a quinta geração da rede móvel tem altas taxas de transmissão e a baixa latência (ou seja, mais velocidade de envio de informações), características essenciais para os níveis mais elevados de automação. Diante de uma situação de risco, o piloto automático precisa tomar uma decisão de imediata, como frear ou desviar do veículo à frente, em frações de segundo, para evitar acidentes.

Suporte
Com foco na segurança, as tecnologias de suporte a emergências devem estar cada vez mais presentes nos
veículos que entrarão automaticamente em contato com atendimento de emergência e, em caso de roubo ou furto, acionarão a empresa para que eles tomem as ações necessárias para ajudar a polícia a recuperar o veículo.

By Odilon Alves
Jornalista da Revista Planeta Àgua, também é colunista no 7Minutos

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.