26 junho Dia Nacional do Diabetico

Dicas de como a alimentação pode prevenir o Diabetes tipo 2

Professor da Estácio orienta sobre a importância de uma alimentação saudável sem a exclusão completa de doces

Finalmente a Lei 13.979/20 está enterrada e as liberdades individuais garantidas na Constituição, restabelecidas
16 de junho de 2022
Para você saber sobre o diabetes
27 de junho de 2022

“Não é necessário excluir as sobremesas totalmente para prevenir essa doença, mas sim consumir muito raramente, adotando uma dieta equilibrada, composta principalmente por frutas e vegetais”,

No dia 26 de junho é celebrado o Dia Nacional do Diabetes Mellitus, em parceria com o Ministério da Saúde e a Organização Mundial de Saúde (OMS).

 

Segundo a Federação Internacional do Diabetes,

a cada dez pessoas pelo menos uma tem diabetes em todo o mundo. O objetivo da data é reforçar os meios de prevenção e cuidados específicos para os portadores da doença.

O diabetes é uma doença caracterizada por excesso de glicose na circulação, e pode prejudicar olhos, rins, nervos, vasos sanguíneos e até o coração. Apesar dos vários tipos de diabetes, o mais prevalente em todo o mundo é o diabetes mellitus tipo 2 — conhecido popularmente como diabetes tipo 2.

 

Segundo o professor

de nutrição da Estácio e mestre em ciências da saúde, Kaio Vinicius Custodio, é fundamental observar os hábitos e agir sobre aqueles que precisam melhorar, como a alimentação. “Alimentos ultraprocessados são ricos em açúcares, gorduras e pobres em fibras. Esses alimentos também possuem uma extensa lista de ingredientes, além de elevada densidade energética. Por essa razão, eles contribuem para o aumento da massa gorda: principal fator relacionado ao desenvolvimento do diabetes tipo 2”, explica o professor.

Kaio recomenda que as pessoas deem preferência aos alimentos naturais e minimamente processados. “Esses alimentos são minimamente processados, passam por lavagem, sanitização e corte. São mais recomendáveis por terem menos conservantes”, orienta. “Além disso, é importante aumentar o consumo de frutas, vegetais e oleaginosas (castanhas e amêndoas)”, complementa.

“Além dos macros e micronutrientes, frutas e vegetais também são ricos em fibras e compostos bioativos dos alimentos: componentes que podem prevenir diversas doenças, incluindo o diabetes tipo 2. Por isso, é recomendado o consumo de 400 gramas de frutas e vegetais por dia para pessoas adultas”, orienta o professor.

 

Considerando

o potencial das fibras alimentares, Kaio comenta que o maior consumo frutas e vegetais, além de cereais e massas integrais, pode ajudar na adequação da fibra alimentar e, consequentemente, na prevenção e tratamento do diabetes tipo 2. “Algumas fibras específicas presente na aveia, podem formar um gel viscoso no trato gastrointestinal, o que pode reduzir o índice glicêmico dos alimentos, isso significa que o carboidrato presente nas preparações será absorvido mais lentamente, favorecendo o controle glicêmico de indivíduos”, revela.

 

Embora muitas pessoas

acreditem que a exclusão total de alimentos doces seja necessária para prevenir o diabetes, o nutricionista explica que já é de conhecimento comum que o excesso de tecido adiposo é o principal fator relacionado ao desenvolvimento desta doença. “Não é necessário excluir as sobremesas totalmente para prevenir essa doença, mas sim consumir muito raramente, adotando uma dieta equilibrada, composta principalmente por frutas e vegetais”, indica.

“Mesmo em diabéticos tipo 2, o consumo de açúcar pode representar até 10% do consumo energético.

Além disso, vale ressaltar que alimentação possui valor simbólico e social. Isso significa que mesmo alimentos com pior valor nutricional, como doces e alimentos gordurosos, podem fazer parte de uma alimentação saudável.

Portanto, esses alimentos devem ser consumidos em baixa proporção e dentro de um plano alimentar individualizado com recomendações específicas para cada indivíduo”, finaliza o profissional.  

 

No dia 26 de junho é celebrado o Dia Nacional do Diabetes Mellitus

O maior consumo frutas e vegetais, além de cereais e massas integrais, pode ajudar na adequação da fibra alimentar e, consequentemente, na prevenção e tratamento do diabetes tipo 2.

O diabetes é uma doença caracterizada por excesso de glicose na circulação, e pode prejudicar olhos, rins, nervos, vasos sanguíneos e até o coração.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.