Notícias : CuiabáNotícias : Mato Grosso» Notícias

O crime de 'Lesa Pátria'

MT é 2° estado com mais alvos de operação que investiga financiadores dos atos golpistas

Agentes cumprem 46 mandados de busca e apreensão e dois de prisão em 12 estados.

PUBLICIDADE

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta segunda-feira (8), mandados contra suspeitos de financiar e fomentar os atos golpistas contra as sedes dos Três Poderes, em Brasília, em 8 de janeiro de 2023, há exatamente um ano. Das 47 ordens judiciais, 10 são cumpridas no estado de Mato Grosso.

Segundo a Polícia Federal, ao todo são 46 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva no Distrito Federal e em vários estados, como Bahia, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Maranhão, Paraná, Rondônia, São Paulo, Tocantins e Santa Catarina.

Mandados de busca e apreensão:

  • BA – 2
  • DF – 5
  • GO – 2
  • MA – 4
  • MG – 2
  • MT – 10
  • PR – 1
  • RO – 1
  • RS – 13
  • SC – 2
  • SP – 1
  • TO – 3

Mandados de prisão preventiva:

  • BA – 1
  • GO – 1

No Rio Grande do Sul, foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, enquanto que um mandado de prisão preventiva contra um alvo foi cumprido na Bahia.

Os nomes dos alvos não foram divulgados até a última atualização desta reportagem.

A operação da PF faz parte da 23 ª fase da Operação “Lesa pátria”. Nesta mesma data, em 2023, golpistas invadiram e depredaram o palácio do planalto, o congresso nacional e o supremo tribunal federal, causando grande prejuízo à união.

A operação é autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro Alexandre de Moraes também determinou ainda bloqueio e indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. Segundo as investigações, os prejuízos ao patrimônio público beiram os R$ 40 milhões.

Julgamento
De acordo com um balanço do STF, 146 réus serão julgados até abril de 2024 em 10 sessões virtuais. Além desses réus, o STF retomará o julgamento, a partir de fevereiro, de outras 29 ações penais.

Desde setembro, quando começou a julgar os casos, a Corte já condenou 30 pessoas acusadas de participação nos atos antidemocráticas.

A operação Lesa Pátria é tratada pela PF como permanente, e os suspeitos de participação e financiamento são investigados por seis crimes:

  • abolição violenta do Estado Democrático de Direito;
  • golpe de Estado;
  • dano qualificado;
  • associação criminosa;
  • incitação ao crime;
  • destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.
  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Gildo Ribeiro

    Gildo Ribeiro é editor do Grupo 7 de Comunicação, liderado pelo Portal 7 Minutos, uma plataforma de notícias online.

    Artigos relacionados

    Verifique também
    Fechar
    Botão Voltar ao topo