parcialidade da OMS

Biden encerra investigação sobre a possível origem do coronavírus

Em laboratório na China. A iniciativa era conduzida pelo Departamento de Estado dos EUA

Bolsonaro participa de posse do presidente do Equador
24 de maio de 2021
Papa diz que Brasil não tem salvação: ‘Muita cachaça e pouca oração’
27 de maio de 2021

Biden, ainda vice-presidente de Obama, encontra-se com Xi Jinping em  2015 | Foto: Divulgação/Departamento de Estado dos EUA

O presidente Joe Biden pôs fim a uma iniciativa do governo Trump
voltada a investigar a possível origem do coronavírus em um
laboratório na China.

Segundo o democrata, o motivo para a
descontinuidade dos trabalhos foi a preocupação com a qualidade das
evidências colhidas e relatórios redigidos. A força-tarefa era
liderada pelo ex-secretário do Departamento de Estado Mike Pompeo.

De
acordo com a administração Biden, a equipe chefiada pelos
republicanos queria incriminar o Partido Comunista. A Casa Branca
salientou que cabe à Organização Mundial da Saúde (OMS) descobrir a
gênese do patógeno.

É o que informou nesta quarta-feira, 26,
reportagem da CNN norte-americana.

Em um artigo, o colunista da Revista Oeste Bruno Garschagen alertou
para a parcialidade da OMS nesse assunto. Para ele, o diretor da
entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, é próximo dos comunistas.

Portanto, ajudou a encobrir a epidemia de coronavírus.

Já o jornalista Nicholas Wade, com 30 anos de experiência no The New York
Times e membro do comitê editorial das revistas científicas Science e
Nature, garante que o microrganismo surgiu em um laboratório.

Mais:
com aportes de Anthony Fauci, imunologista e atual diretor dos
Institutos Nacionais de Alergia e Doenças Infecciosas do governo
Biden. Conforme noticiou Oeste, Fauci está certo de que a covid-19
surgiu em animais.

By Cristyan Costa

Link original da matéria
https://revistaoeste.com/mundo/biden-encerra-investigacao-sobre-a-possivel-origem-do-coronavirus-em-laboratorio-na-china/

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.