Notícias : Anápolis» Notícias

“Anápolis contra a dengue”

Treinamento sobre dengue capacita equipe de saúde na UPA da Vila Esperança

Secretaria Municipal de Saúde lança campanha contra a dengue e cria unidades referência na cidade

PUBLICIDADE

A dengue chega já no início de 2024 com um importante surto e aumento de casos de óbito, se tornando uma das principais preocupações de saúde pública no Brasil neste momento.

Em Anápolis não é diferente. Para atender ao crescente fluxo de pacientes, a Secretaria Municipal de Saúde lançou a campanha “Anápolis contra a dengue”, com ações coordenadas que visam conter o surto da doença e padronizar o manejo evitando as formas graves e óbito.

Nesta terça-feira (6), foi a vez da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Alair Mafra, na Vila Esperança, fazer o seu treinamento e repassar à equipe as orientações sobre o novo fluxo da Semusa e as Unidades Referência em Dengue e Centro de Hidratação Leblon. O objetivo é padronizar o atendimento aos pacientes com suspeita ou confirmação da doença, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Critérios diagnósticos, plano de hidratação e tratamento das formas graves foram abordados no treinamento

O diretor técnico da unidade, o médico Rulio Max, ministrou capacitação e atualização sobre dengue, onde abordou os critérios diagnósticos, o plano de hidratação oral, as indicações e o protocolo para realização de exames e o tratamento das formas graves da doença. Também foram esclarecidas dúvidas dos profissionais sobre os sinais de alarme, as complicações e as medidas de prevenção e controle da dengue.

Com este treinamento de hoje, seguimos as orientações do gabinete de crise instalado na Semusa, com o intuito de desenvolver ações para adequado manejo da dengue e reduzir os desfechos desfavoráveis, declarou o médico.

Ele ressaltou que a dengue é uma doença que pode evoluir rapidamente para formas graves e levar à morte, por isso é fundamental que os profissionais de saúde estejam capacitados para identificar e tratar os casos adequadamente. Ele também destacou a importância da hidratação oral como medida terapêutica essencial para evitar a desidratação e o choque.

UPA Alair Mafra não é uma das unidades referência para o atendimento aos pacientes com dengue

A UPA Alair Mafra não é uma das unidades referência para o atendimento aos pacientes com dengue na cidade.

Segundo Rulio Max, a unidade só atende os casos mais graves da doença

No treinamento, orientamos a equipe sobre nosso papel no caso de sintomas persistentes e abordagem da população de risco.

Em caso de suspeita de dengue, a população deve primeiro recorrer às unidades básicas de saúde para avaliação inicial e classificação da doença.

Em caso de sinais de alarme, gravidade ou alguma necessidade especial, serão encaminhadas para a UPA ou Centro de Hidratação do Leblon, explica.

Essas unidades contam com estrutura e equipe especializadas para receber e tratar os casos suspeitos ou confirmados da doença, além de realizar os exames laboratoriais necessários.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • José Aurélio Mendes

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), é especialista em Gestão de Tráfego e elaboração de textos. Também atua como apresentador em vídeos. Possui larga experiência, tendo atuado por 20 anos como repórter e apresentador nas TVs Globo, Record e Bandeirantes. Suas habilidades na comunicação se estendem ainda à edição de imagens e vídeos, design, fotografia e assessoria de comunicação. Possui graduação em Direito pela Universidade Evangélica de Anápolis (UniEvangélica) e presta serviços como Mestre de Cerimônias para os mais diversos eventos.

    Artigos relacionados

    Verifique também
    Fechar
    Botão Voltar ao topo