CONHEÇA OS BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS

O que é ECMO, ‘Pulmão artificial’ usado no ator Paulo Gustavo

Técnica é usada em casos graves nos quais o paciente sofre comprometimento severo pulmonar ou circulatório

Ter saúde vai muito além do que não estar doente. Entenda!
4 de abril de 2021
Começa testagem em massa em crianças e adolescentes goianos
6 de abril de 2021

Paulo Gustavo Foto: Divulgação/Paprica

Internado com Covid-19, o ator Paulo Gustavo apresentou uma piora da função pulmonar na última sexta-feira (2) e precisou ter o tratamento na UTI ajustado para um novo procedimento, uma terapia conhecida pela sigla ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea, na sigla em inglês), medida que tem ação mais complexa que o ventilador mecânico.

A técnica consiste em usar uma máquina que é capaz de agir como um pulmão e um coração artificiais para pacientes que estão com os órgãos comprometidos. De alta complexidade, a ECMO pode ser usada em pessoas de todas as idades, desde recém-nascidos até idosos. Em razão dos graves problemas respiratórios que a Covid-19 traz, ela vem tendo uso ampliado em hospitais.

Na prática, a técnica utilizada em Paulo Gustavo funciona como um pulmão adicional e possibilita que o paciente tenha tempo e condição clínica para se recuperar. A técnica faz a circulação e a oxigenação artificiais do sangue por meio de uma máquina ligada ao paciente por cateteres.

O procedimento, considerado de alta complexidade, é realizado em casos graves nos quais o paciente sofre comprometimento severo pulmonar ou circulatório, que poderia levar à morte, aumentando, assim, as chances de sobrevida.

BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS
Entre os benefícios da técnica estão o fato de ela equilibrar a circulação de maneira rápida e eficaz, dar tempo para o pulmão e coração se recuperarem, manter o coração e o pulmão funcionando enquanto o paciente trata a causa que o levou ao uso da ECMO e a possibilidade de o paciente receber hemodiálise ou fazer procedimentos cirúrgicos paralelamente ao uso da máquina.

Apesar dos benefícios, a estratégia pode trazer riscos como hemorragia, já que o sangue deve ser mantido anticoagulado para evitar que coagule na tubulação. Sabendo do risco, a equipe treinada acompanha o paciente de perto. Se o sangramento aumenta, a ECMO pode precisar ser interrompida.

Outro risco comum é a infecção, fato que é inerente a todos os procedimentos que requerem tubos no corpo, especialmente dentro de um vaso sanguíneo.

A embolia também é um fator de risco, visto que pequenos coágulos ou bolhas de ar podem entrar no sangue dos tubos. Às vezes, tais bolhas podem causar lesão a outras partes do corpo e até mesmo ser fatal.

Por fim, o AVC é um outro fator de risco por conta da ECMO utilizar o vaso sanguíneo venoarterial. Esta artéria é um dos vasos que levam o sangue para o cérebro. Durante ou após a ECMO, há possibilidade de obstrução dela.

QUANDO A ECMO É RECOMENDADA OU CONTRAINDICADA?
Para que o paciente receba a indicação da ECMO, o quadro clínico precisa ser ainda reversível, já que não é possível deixá-lo na máquina para sempre. As indicações são diversas e devem ser bem avaliadas por uma equipe com treinamento especializado para usar a tecnologia.

Entre as indicações mais comuns do uso da ECMO estão a insuficiência respiratória aguda (pela incapacidade de oxigenação do sangue ou do pulmão eliminar o gás carbônico), problemas no coração ou no pulmão apresentados por recém-nascidos, pneumonia ou bronquiolite graves, pós-operatório de cirurgias (quando o órgão ainda não voltou a funcionar normalmente) e inflamação ou falha do coração (miocardites).

O uso da ECMO é contraindicado em casos de crianças com idade gestacional menor do que 34 semanas ou com peso de nascimento menor do que 200 gramas, já que o equipamento é grande demais para elas; para pacientes que passaram muito tempo em ventilação e já têm danos pulmonares; em casos de coagulopatia grave e/ou hemorragia, de outras anomalias congênitas, de falência múltipla de órgãos e de doenças pulmonares ou cardiovasculares irreversíveis.

Link original da matéria:
https://pleno.news/entretenimento/tv/o-que-e-ecmo-pulmao-artificial-usado-no-ator-paulo-gustavo.html?utm_source=pushnotification&utm_medium=notificacao   

Aparelho usado na terapia ECMO Foto: Divulgação/Conselho Regional de Biomedicina da 5ª Região

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Protected by WP Anti Spam