Uma 3ª vai chegar

SAMU - rota de ambulâncias tem novas viaturas

Chegaram mais duas unidades do Ministério da Saúde.


O diretor médico do Samu, Alex Costa, ressalta que a renovação da frota mostra o trabalho sério que é feito em Anápolis. “É uma prova de que estamos no caminho certo”, frisa. CONTEXTO

SAMU – rota de ambulâncias tem novas viaturas

Um serviço de referência que falta pouco para atingir também o padrão de excelência em atendimento.

Trata-se do Samu de Anápolis, que recebeu nesta semana mais duas ambulâncias e aguarda outra para os próximos meses, finalizando a substituição da frota da unidade, que agora segue para outro patamar: o de ampliação.

“Conseguimos, em dezembro, a renovação da qualificação no Ministério da Saúde, estamos com veículos novos e nosso projeto de ampliação já foi aprovado e publicado no Diário Oficial da União”, comemora o secretário municipal der Saúde, Lucas Leite.

As novas viaturas são mais modernas e chegam para substituir as antigas que, agora, vão compor a reserva técnica, um ganho da atual gestão que garante a funcionalidade integral do atendimento do Samu.

As ambulâncias antigas também vão realizar o transporte sanitário e, após autorização do Ministério da Saúde, poderão servir à remoção de pacientes que não sejam de casos de alta complexidade.

O diretor médico do Samu, Alex Costa, ressalta que a renovação da frota mostra o trabalho sério que é feito em Anápolis.

“É uma prova de que estamos no caminho certo”, frisa.

Ele lembra que, no mês passado, a unidade conseguiu a renovação de qualificação do Ministério da Saúde, ou seja, além da garantia do pleno funcionamento, significa a autorização da transferência de recursos para custeio e também a sinalização da vinda de mais verbas federais.

Isso, no momento em que muitas cidades brasileiras não conseguiram renovar essa habilitação.

Ampliação
A renovação da frota é um pré-requisito para outra novidade que é a ampliação do Samu de Anápolis.

O projeto, já aprovado pelo Ministério da Saúde e publicado no Diário Oficial da União, destina, no primeiro lote, mais uma ambulância para Pirenópolis e a criação de uma base descentralizada em Corumbá, com duas unidades – uma de suporte básico e outra avançada.

É importante ressaltar que estes municípios integram a Central de Regulação do Samu de Anápolis, que ainda atende Alexânia, Abadiânia, Campo Limpo, Gameleira, Goianápolis, Terezópolis de Goiás, Cocalzinho, Padre Bernardo e Mimoso de Goiás, totalizando cerca de 490 mil habitantes.

E a ampliação não vai contemplar somente as bases descentralizadas.

No projeto aprovado consta ainda mais duas ambulâncias que integram o segundo lote. Assim, Anápolis passará a ter oito ambulâncias, além daquelas destinadas às bases descentralizadas e das duas motolâncias, garantindo mais agilidade e eficiência no atendimento às urgências e emergências.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Deixe seu comentário

    Protected by WP Anti Spam