TikTok

Deve ser deletado das lojas, demanda oficial dos EUA

O TikTok está novamente na mira das autoridades dos EUA

Realiza primeira apreensão dentro do metaverso
30 de junho de 2022
WhatsApp pode ganhar função para tirar status online
5 de julho de 2022

Agora, um oficial da FCC (Federal Communications Comission) ordena que tanto Google como Apple removam o aplicativo de suas respectivas lojas.

Depois da publicação de uma reportagem alarmante no BuzzFeed. Agora, um oficial da FCC (Federal Communications Comission) ordena que tanto Google como Apple removam o aplicativo de suas respectivas lojas.

 

A ordem

veio numa carta aberta escrita por Brendan Carr, um dos executivos da FCC. Ele publicou o conteúdo de sua carta num post no Twitter, citando a reportagem do BuzzFeed que fala do suposto acesso que o governo chinês teria aos dados dos usuários do TikTok, incluindo com um vazamento de áudios corroborando a suspeita.

Carr diz que o TikTok não é apenas um aplicativo de vídeos — essa seria apenas uma “fantasia de cordeiro”. A carta completa do político é bem extensa e pode ser lida seguindo a thread do tweet acima.

Apple e Google receberam um prazo até o dia 8 de julho para remover o TikTok de suas lojas, mas não ficaram esclarecidas quais seriam as consequências no caso de desobediência. As duas empresas não comentaram oficialmente sobre o assunto até agora.

Vale lembrar que o TikTok esteve na mira constante da administração anterior do governo dos EUA. Em 2020 e 2021, havia a ameaça do app ser banido do território se ele não fosse comprado por uma empresa norte-americana. O prazo foi estendido duas vezes e, depois, simplesmente ignorado.

Link original da matéria:
https://www.tecmundo.com.br/redes-sociais/241073-tiktok-deve-deletado-lojas-demanda-oficial-eua.htm?fbclid=IwAR0bGTQawrMk_RDmUprQKBIfMhab8WdED1566lVUJN7CAz29cNPtcAbf11U

A ordem veio numa carta aberta escrita por Brendan Carr, um dos executivos da FCC

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.