Notícias : Mundo» Notícias

Mas espere, tem mais Eu vou comprar

Elon Musk vai para cima da Disney: “Racismo e sexismo institucionalizados”

“Aqui está o conjunto completo de leis racistas, sexistas, etc., discriminatórias, impostas pela Gestapo DEI da Disney”.

PUBLICIDADE

O homem mais rico do mundo, dono da Tesla e SpaceX, fez uma série de postagens no X, rede que também é proprietário, tendo como alvo a Disney e suas iniciativas de “Diversidade, Equidade e Inclusão” (DEI).

Elon Musk divulgou o que afirma ser o conjunto completo das diretrizes DEI da Disney, classificando como uma forma de “racismo e sexismo institucionalizados”.

Uma fonte anônima acabou de me enviar isto da Disney.

É racismo e sexismo institucionalizados obrigatórios!,

postou Musk nesta terça, 6.

Ele prosseguiu, detalhando:

aqui está o conjunto completo de leis racistas, sexistas, etc., discriminatórias, impostas pela Gestapo DEI da Disney.

Musk, em seguida, adicionou:

 criticando a qualidade do conteúdo da Disney nos últimos anos:

Não é de se admirar que a maior parte de seu conteúdo produzido nos últimos anos tenha sido ruim.

Apenas tentar navegar no campo minado DEI vai esmagar o processo criativo!

O bilionário argumenta que as diretrizes DEI da Disney, ao invés de fomentarem a inclusão, representam uma forma de discriminação institucionalizada. Musk tem sido uma voz ativa contra o que vê como políticas excessivamente politizadas no ambiente corporativo e cultural, argumentando que tais políticas podem ser contraproducentes.

A Disney tem programas “DEI” como a campanha “Vozes da Diversidade” e patrocina “Russell Center” para empreendedores negros.

Ela também anunciou uma nova diretora de diversidade, equidade e inclusão em 2023.

Fonte: O Antagonista

Link original da matéria:
https://brazilurgente.com.br/elon-musk-vai-para-cima-da-disney-racismo-e-sexismo-institucionalizados/

 

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Gildo Ribeiro

    Gildo Ribeiro é editor do Grupo 7 de Comunicação, liderado pelo Portal 7 Minutos, uma plataforma de notícias online.

    Artigos relacionados

    Verifique também
    Fechar
    Botão Voltar ao topo