A Kombi do Vinho e Felipe Prigol

Saiba como harmonizar pizza com vinho

Dia 10 de julho é o Dia Mundial da Pizza e nada como um bom vinho para acompanhar esse prato tão amado

Nunca lave carne de frango crua
25 de maio de 2021
Por que certos vinhos podem custar fortunas enquanto outros são tão baratos?
3 de agosto de 2021

Então, para o Dia Mundial da Pizza, comemorado em 10 de julho, a sommeliersEmília Carvalho, proprietária do winebar A Kombi do Vinho dá as dicas 

Pizza com vinho é considerada umas das melhores combinações do mundo quando o assunto é culinária.

Mas a diversidade, tanto do prato italiano quanto dessa bebida, pede também que exista um equilíbrio quando forem consumidos juntos. Por isso, saber como harmonizar pizza com vinho faz toda a diferença. A composição de cada vinho e de cada pizza é o que dirá como fazer o acompanhamento perfeito entre eles.

Sendo assim, a experiência ao escolher o sabor de pizza e o tipo de uva que mais combinam pode ser mais prazerosa, pois o potencial de cada ingrediente é ainda mais explorado. Então, para o Dia Mundial da Pizza, comemorado em 10 de julho, os sommeliers Emília Carvalho, proprietária do winebar A Kombi do Vinho, e Felipe Prigol, proprietário da distribuidora de vinhos My Winery, trouxeram dicas para ajudar a entender como harmonizar a massa com cada tipo de vinho.

A receita original da pizza tem como base massa, molho de tomate e manjericão, mas tem sido transformada em cada País.

“O brasileiro gosta de complementar a massa com vários ingredientes e isso vai dar uma versatilidade muito grande na harmonização com o vinho”, conta Felipe.

Segundo ele, as pizzas podem ser harmonizadas levando em conta duas frentes: a contraposição, quando são elementos opostos, como um queijo gorduroso com um vinho mais ácido; e por similaridade, com elementos do vinhos que complementam o sabor da pizza.

Marguerita

A Marguerita é um dos sabores mais tradicionais de pizza. Ela foi nomeada em homenagem à Rainha Margherita, no ano de 1889. Sua cobertura leva as cores das bandeira italiana: queijo mussarela branco, tomates vermelhos e folhas de manjericão.

“É uma pizza leve e aromática, por causa das folhas de manjericão. Então para ela sugiro vinhos como Sauvignon Blanc, Torrontés. Vinhos que tem perfume e que combinam bem com um queijo leve, que é o caso”, indica Emília.

É importante lembrar ainda que os molhos e coberturas é que comandam as harmonizações. Além disso, é preciso levar em consideração o molho de tomate e o queijo derretido, que estão presentes em quase todos os sabores de pizza.

Portuguesa

A pizza Portuguesa leva um recheio mais carregado, com queijo, presunto, ovos, azeitona e ervilha. Para ela, existem várias possibilidades de vinho na harmonização.

“O rosé é sempre uma boa opção quando você tem pratos complexos, que têm gorduras e sabores como o ovo e a azeitona”.

Mas para quem prefere vinhos tintos, Emília indica também um espanhol fortificado do tipo Roriz, ou o Malbec, muito apreciado pelos argentinos, principalmente no norte do país.

Calabresa ou Pepperoni

A pizza de Calabresa apresenta um sabor mais intenso devido ao embutido. Sendo assim, vinhos tintos são os mais recomendados, como aqueles que possuem leves notas frutadas e frescas. Por isso, o Cabernet Sauvignon e o Cabernet Franc formam o equilíbrio perfeito.

“Quando eu tenho uma pizza à base de carne vermelha, vou buscar um vinho tinto que tenha um pouco mais de tanino. O tanino confere uma sensação de secura no paladar que é complementado pelo suco natural de uma carne”, explica Felipe.

Apesar do Pepperoni ser um embutido muito semelhante à calabresa, ele é mais condimentado e apimentado.

Para esse sabor de pizza, os vinhos indicados são os tintos mais encorpados como Primitivo di Manduria ou Zinfandel.

4 Queijos

Como o nome já diz, na pizza 4 Queijos vão quatro tipos de queijo diferentes: mussarela, parmesão, gorgonzola e provolone (em algumas, esse último é substituído pelo catupiry).

“Você terá um queijo duro, um queijo mole, bem salgado, pungente. Então eu sugiro uma uva Chardonnay, com ótima acidez. Até um espumante ficaria muito bom”, recomenda Emília.

Mas o tinto Montepulciano D’Abruzzo também funciona muito bem devido à sua boa textura e acidez, além de ser uma uva mais refrescante.

O vinho Sauvignon Blanc é recomendado por Felipe, pois a acidez mais elevada da uva branca casa muito bem com a gordura dos queijos desse sabor de pizza.

Frango com Catupiry

Frango com catupiry é outro sabor de pizza que leva carne, mas também o contraste do queijo. Para harmonizar com esse tipo de pizza, Emília sugere uvas que tenham peso, mas que não sejam tão aromáticas.

O tipo Viognier ou até um rosé mais discreto, como os do sul da França, são as melhores opções.

Pizzas com peixe

Alguns tipos de pizza que levam peixe também são muito comuns no Brasil, as de anchova e de atum, por exemplo.

Para a anchova, que é um peixe mais salgado, os vinhos brancos são uma boa aposta, como o Vernaccia di San Gimignano, da Toscana.

“Ele é cremoso, tem uma acidez vibrante, tem uma textura muito boa, vai ficar excelente”, conta Emília.

Já o atum, que tem o sabor mais intenso e característico, dominando tudo, precisa de um vinho à altura. Para esse sabor de pizza, Emília indica vinhos da casta de uva Riesling. 

Felipe Prigol, proprietário da distribuidora de vinhos My Winery, trouxe dicas para ajudar a entender como harmonizar a massa com cada tipo de vinho.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.