Educação / Últimas Notícias

ENSINO SUPERIOR

MEC recebe reitores e bancada de MT para aproximar e ouvir reivindicações

Tem a questão da recuperação dos R$ 2,5 bilhões que foram roubados da Petrobras, que, se vierem para o MEC, a gente consegue desopilar algumas coisas", completou.

“Continue confiando em Deus”, diz Papa em carta para Lula
29 de maio de 2019
Clown Marcos Casuo se apresenta em Goiânia
29 de maio de 2019

MEC recebe reitores e bancada de MT para aproximar e ouvir reivindicações. Foto por: Assessoria MEC

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, recebeu na manhã desta quarta-feira (29/05), congressistas, prefeitos, vereadores, o
reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Rodrigo Bruno Zanin, a reitora da Universidade Federal de Mato Grosso
(UFMT) e o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato grosso (IFMT), no Ministério da Educação (MEC).

Como tem feito em diversas reuniões, Weintraub ouviu os pedidos da bancada. Disse que Mato Grosso é muito importante para o
país.

“Mato Grosso é a fronteira agrícola. O agro não é só plantar, tem que agregar tecnologia. E não é só ensino técnico. Temos que
avançar nas pesquisas também”, afirmou.

“A gente está correndo para destravar os recursos. Alguns estão sendo liberados. Estamos correndo em várias frentes. Tem a
questão da recuperação dos R$ 2,5 bilhões que foram roubados da Petrobras, que, se vierem para o MEC, a gente consegue
desopilar algumas coisas”, completou.

Como tem dito em reuniões com bancadas dos estados e com representantes de instituições de ensino, Abraham Weintraub pediu,
durante o encontro, que a bancada listasse as prioridades e enviasse ao MEC.

O deputado federal Neri Geller (PP/MT) lembrou que a ampliação da universidade pública é importante para o avanço da qualificação
profissional e para a economia.

“Todos precisamos dar uma cota de contribuição. As universidades sabem disso. Estamos à
disposição. Precisamos avançar na qualificação profissional. Precisamos ter ensino técnico para o agronegócio.”

O reitor da Unemat, Rodrigo Bruno Zanin, destacou que o encontro foi importante para mostrar a união das IES de Mato Grosso.

“Independente da origem dos recursos, as instituições tratam o Ensino Superior público e gratuito como prioridade”, afirmou.

“Saímos com resultados positivos dessa reunião. Agradecemos ao ministro e sua equipe que despuseram de um tempo para que construam juntos com Mato Grosso, um país melhor”, disse a reitora da UFMT, Myrian Serra.

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Protected by WP Anti Spam