Prefeitura Anápolis Trabalhando

Anápolis terá monumento para reverenciar as vítimas da Covid-19

Prefeito Roberto Naves já determinou que a sua equipe faça os estudos em relação ao projeto do monumento. Ainda não há, por enquanto, uma definição de quando se inicia a construção do mesmo e quando será a entrega.

Prédio da Câmara será retomado e dará lugar a um novo Centro Administrativo
20 de julho de 2021
Comissão de Saúde da Câmara Municipal cumpriu agenda de visitas
22 de julho de 2021

“É uma obra para marcar o que passamos”, ressalta Roberto Naves.

O prefeito Roberto Naves anunciou, durante o evento de retomada da obra do prédio da praça 31 de Julho, na terça-feira, 20/07, que será construído um monumento para reverenciar as vítimas da Covid-19 em Anápolis.

Segundo o chefe do Executivo, já foi encomendado à equipe técnica da Prefeitura os estudos para viabilizar a obra do monumento, ainda sem uma data para ser iniciado e entregue.

“É uma obra para marcar o que passamos”, ressalta Roberto Naves.

Ele tem dito que o mês de julho é um mês importante e de comemoração pela passagem do aniversário da cidade, contudo, lembra que muitas vidas foram perdidas no Brasil na batalha contra a doença.

REPATRIADOS DE WUHAN- CHINA

Desde o início da pandemia, Anápolis, inclusive, tornou-se uma referência no País, quando abrigou na Base Aérea/Ala 2, os 34 brasileiros repatriados de Wuhan, cidade da China onde, naquele momento, estava o epicentro da crise sanitária mundial, bem como militares FAB, médicos, diplomatas e profissionais da imprensa que acompanharam a missão, totalizando 58 pessoas.

O grupo veio da China em dois aviões da frota presidencial e desembarcou na Base Aérea de Anápolis numa manhã fria de domingo, no dia 09 de fevereiro de 2020.

Durante 18 dias, os repatriados e as demais pessoas ficaram em quarentena em dois hotéis devidamente preparados dentro da unidade militar, com todas as medidas de segurança sanitária.

Todos foram liberados após o prazo previsto, sem nenhuma intercorrência.

Anápolis foi reconhecida internacionalmente depois de acolher repatriados de Wuhan

ENFRENTAMENTO À DOENÇA

O Município também tornou-se uma referência no enfrentamento à pandemia, ao criar um sistema próprio de atendimento aos pacientes, notadamente, com a implantação de unidades de referência para a triagem e internação, neste último caso, por exemplo, através do Centro de Internação Norma Pizzari e do Hospital Alfredo Abrahão (antigo Cais progresso), permitindo com isso a ampliação de leitos de atendimento de UTI para o acolhimento de pacientes com agravamentos da doença.

Além disso, Anápolis a cidade escolhida para iniciar a vacinação da população goiana contra a Covid-19, conforme dito na época pelo governador Ronaldo Caiado, como forma de agradecer o gesto da cidade em acolher os repatriados da China.

RAIO-X DA SITUAÇÃO EM ANÁPOLIS

* 1.439 óbitos
* 45.737 casos confirmados
* 43.057 pessoas curadas
** 1.019 pessoas em isolamento
** 218 pessoas internadas/confirmadas
** Leitos de Enfermagem- 109
** Leitos Ocupados- 65
** %/Leitos Ocupados- 59,63%
** Leitos de UTI- 93
** Leitos de UTI ocupados- 57
** %/Leitos UTI Ocupados- 61,29%
(*) Dados desde o início da pandemia
(**) Dados atuais do Informe Epidemiológico (21/7/21)

By: Claudius Brito

  • Fonte da informação:
  • Leia na fonte original da informação
  • Os comentários estão encerrados.